Página inicial > Rap > Z > Zudizilla > Origem (Part Nik e Pok Sombra)

Origem (Part Nik e Pok Sombra)

Zudizilla


(Zudizilla)
Lembra dos vinte e poucos anos? não?
Eu lembro. lembra da sua primeira gravação? não?
Eu lembro. lembra do seu primeiro sample? não?
Eu lembro. lembra de quantos disseram pra gente não?
Eu lembro, vai vendo.

Não, não, mas aqui ficaram pra trás eu vi.
Faladores nunca serão mc's.
A vida quis unir na mesma linha pelo mesmo track,
Moleques que dedicaram a vida pelo rap.
Troquei horas de descanço por spray, beck e vinho,
Evolução foi a palavra que nos manteve vivos.

Ainda que muitos quisessem difamar ou denegrir,
Hoje eu só tenho que rir.
Alternativo eu sigo, mas não tô sozinho.
Kzero é o hino, a track forma, transforma menino em homem.
A busca por microfone iludiu vários no caminho,
Enquanto eu brilho, eu sei que a luz de vários some.
Conta quantos ontem, soma quantos tem agora e me responde,
Porque que essa porra não estora?

Eu viso, e pode ser da minha capacidade,
Andei pela cidade, não me venha falar de humildade.
Aturei do underground a falta de condição pra gravar,
Mas eu tive coração pra superar, fôlego pra alcançar,
Calma pra seguir na brisa.
É quente, a gente é brasa, o resto virou cinza.

(Pok Sombra)
Eu corro contra o relógio, luto contra o ponteiro,
Brigo pra tá no pódio, sempre chego em primeiro.
Doso cada medida de sangue pra cada beat,
Dô soco pra tá no bang, minha gang é sempre sweet home.
Isso que me fez homem pra vida, batalhei, lutei,
Hoje eu quero mais que as esquinas.

Tem show lotado e um grito ensurdecedor da plateia,
Mas isso pra um vencedor, é o início da odisseia.
Dá um teto pra minha velha melhor do que ela sonhou,
E ouvir da boca dos falso: "porra, ele chego!"
Não tem rancor, nem disputa 'por território impedido,
É que eu procuro no corre fazer bem mais que inimigo.
Se tu não sua a camisa, não sei oque tá fazendo.
Toma cuidado onde pisa e vê bem por que tá correndo. (2x)

(Nik- Prod)
Aqui falcão jamais cochila, a gente acorda pra sonhar.
Se nóis dormir pode ser tarde pra poder realizar.
De dentro do coração, algo diz "por que não?",
Se nós compor é com a caneta, usando a imaginação.

Aos dezesseis eu vi quem fez estória,
Desenvolvendo a oratória e escrevendo tudo que vem na memória.
Agora o bloco tá na rua irmão,
E há mais de cinco carnavais,
A gente faz como pastor faz na oração.

E mesmo que alguém disser que não, eu digo sim;
Pra quem quiser nos ver no chão, ainda não chegou no fim.
E mesmo que alguém disser que não,
Eu digo sim, pra quem quiser nos ver no chão,
Ainda não chegou no fim.
Errar pra tentar em primeiro lugar, tentar pra mostra
Que nós sabe luta.
Rimar nas esquina, atitude de quem?

Sweet home, kza (2x)

Letra enviada por Vanessa

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Zudizilla no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS