Liberame (tradução)

Zona Ganjah


Liberame


Solte as minhas asas e me deixe voar, libertar-me, que querem fugir do mal


perder minhas asas levantar o vôo que eu quero, não temerei, JAHOVIA proteger me




Que eu sou seus olhos, eu não ver como antes, porque você mostrar indiferença


Analyze This e dizer-me que estou errado, me diga se isso bate em você agora é um rastaman


E lembrei-me que me deu o pão


me deu para curar, e agora eu posso ver claramente


e se existe uma maneira que é real, onde poucos ir


e todos querem vê-los tropeçar


colocando obstáculos, impedindo-me mais perto do Deus divino


Faça-me invisível para aqueles


me odeiam porque eu tenho um nó no cabelo




caminho difícil e eu vou fazer


se é verdade e eu quero que ele vá


e me avisou que ele pode ser louco


fera em todos os lugares lutam para me ver cair, para ver que algo que eu possa fazer


guerreiro JAHOVIA enviou um grande dever


me dizer se eu disser algo que é falso, ou limpar o caminho


sem óculos e eu vou descalço




me libertar dessas correntes


que me manter perto de um com as coroas na cabeça


me tira desta prisão, eu não sou o heap


tudo que eu quero é deixar Babilônia

Liberame


Suelta mis alas y déjame volar, libérame, que del mal quiero escapar,


suelta mis alas el vuelo quiero alzar, no temeré, JAHOVIA me protegerá.




Que soy a tus ojos, ya no me miras como antes, porque demuestras actitud distante


analízame y dime en que te hago mal, dime si te choca que ahora sea un rastaman.


Y es que recordé al que me dio el pan


me dio para sanar, y ahora puedo ver con claridad


y es que hay un camino que es real, en donde pocos van


y todos contra ellos quieren verlos tropezar


poniendo piedras en el camino, impiden que me acerque al Dios divino


hazme invisible ante aquellos


que me odian porque tengo un nudo en los cabellos.




Difícil camino y que le voy a hacer


si es el verdadero y yo lo quiero recorrer


y es que me lo advirtieron se puede enloquecer


la bestia en todos lados lucha por verme caer, al ver que algo puedo hacer


guerrero de JAHOVIA enviado con un gran deber


dime si digo algo que sea falso, o límpiame el camino


hay vidrios y yo voy descalzo.




Libérame de estas cadenas


que impiden que me acerque hacia el que tiene la cabeza con diademas


despójame de esta prisión, yo no soy del montón


yo lo único que quiero es salir de babilón.

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS