Página inicial > MPB > Z > Zizi Possi > Cão Sem Dono

Cão Sem Dono

Zizi Possi

Flor do Mal


É nas noites que eu passo sem sono
Entre o copo, a vitrola e a fumaça
Que ergo a torre do meu abandono
E que caio em desgraça

É nas horas em que a noite faz frio
Que a lembrança, o castigo me arrasta
Solidão é o carrasco sombrio
E a saudade, a vergasta

Se eu cantar, a alegria sai falsa
Se eu calar, a tristeza começa
E eu prefiro cantar uma valsa
Que ouvir uma peça

E eu recuo, eu prossigo, eu me agito
Eu me omito, eu me envolvo, eu me abalo
E eu me irrito, eu odeio, eu hesito
E eu reflito e eu me calo

Compositor: Paulo César Pinheiro, Sueli Costa

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Zizi Possi no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS