Artistas Relacionados

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

FOTOS

zeze-di-camargo-e-luciano - Fotos
zeze-di-camargo-e-luciano - Fotos

+14

- Fotos

Prenunciados por versos que lhes serviriam como uma declaração de princípios, de romantismo incondicional - 'Eu não vou negar que sou louco por você' -, Zezé di Camargo e Luciano não fizeram cerimônia: foram logo estendendo o tapete vermelho para entrarem no seleto clube da MPB só para aqueles com álbuns com mais de 1 milhão de cópias vendidas. Era apenas o disco de estréia, em 1991, quando tinham em mão "É o amor", a música de maior sucesso do país naquele ano, um estouro, uma mania, um vício.

Começo tão promissor, poderia ser fogo de palha. Quanta gente já não trilhou o mesmo caminho, viveu seus 15 minutos de disco de diamante e virou recordação? Mas com eles não seria assim. Os meninos tinham um trunfo poderoso, uma usina de sucessos e de versos enamorados, um compositor de muitos amores: Zezé di Camargo, que antes mesmo de estourar com o irmão, já colocava suas composições nas vozes de outros cantores, brilhando como em "Solidão", gravada por Leandro & Leonardo em 1990.

Dono de rara simplicidade poética, melódica e métrica, ao lado do irmão, Zezé foi emplacando no mínimo quatro mega sucessos por disco, praticamente todos denominados “Zezé di Camargo e Luciano”. E as vendagens foram crescendo, volta e meia chegando e ultrapassando a casa dos 2 milhões de CDs comercializados.

Os hits, para citar apenas um por ano, vêm fácil à memória auditiva: "Coração Está em Pedaços" (1992), "Saudade Bandida" (93), "Vem cuidar de mim" (94), "Pão de mel" (95), "Indiferença" (96), "Cada volta é um recomeço" (97), "Pra não pensar em você" (98), "Pare!" (99), "Dou a vida por um beijo" (2000), "Passou da conta" (2001), "A ferro e fogo" (2002), "Pra mudar minha vida" (2003). Isso sem se esquecer dos espanhóis Camargo e Luciano (94) e Zezé di Camargo e Luciano (2001), além de três discos ao vivo.

No somatório de todos estes lançamentos, a dupla de meninos pobres do interior de Goiás bateu os 20 milhões de cópias vendidas na carreira, o que lhes rendeu uma edição comemorativa com os 100 maiores sucessos da dupla, numa caixa de oito CDs, sendo um deles só com videoclipes. A dupla se firmou ainda como a maior vendedora de DVDs do mercado brasileiro, com Zezé di Camargo e Luciano ao vivo (2002) e Ao Vivo na Estrada (2004), ambos campeões de vendagem, consolidando uma carreira que a julgar pelo fôlego e a disposição da dupla ainda promete muito mais.


Fonte: site Sony BMG