Amor de Motel

Zezé Di Camargo e Luciano

Dois Tempos


Vai me consumindo me abraçando
Feito o mar abraça o rio
E enquanto eu tô te amando
Vou prevendo o vazio
Que fica quando você vai embora

Depois que você mata a sede de mim
Pega a sua roupa correndo
E diz que foi loucura, nossa aventura
Entra depressa embaixo do chuveiro
Pra tentar se desfazer do meu cheiro
E não tem cura, nossa luxúria

Errado e proibido eu sei
Mas tô viciado
E fica fácil de me usar
É só me chamar

Errado e proibido eu sei
Mas tô viciado
E fica fácil de me usar
É só me chamar que eu assumo meu papel
Sou seu amor de motel

Depois que você mata a sede de mim
Pega a sua roupa correndo
E diz que foi loucura, nossa aventura
Entra depressa embaixo do chuveiro
Pra tentar se desfazer do meu cheiro
E não tem cura, nossa luxúria

Errado e proibido eu sei
Mas tô viciado
E fica fácil de me usar
É só me chamar

Errado e proibido eu sei
Mas tô viciado
E fica fácil de me usar
É só me chamar

Errado e proibido eu sei
Mas tô viciado
E fica fácil de me usar
É só me chamar

Errado e proibido eu sei
Mas tô viciado
E fica fácil de me usar
É só me chamar que eu assumo meu papel
Sou seu amor de motel

Eu assumo meu papel
Sou seu amor de motel

Letra enviada por Playlists do Vagalume

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Zezé Di Camargo e Luciano no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS