Página inicial > Samba > Z > Zeca Pagodinho > Patota do Cosme

Patota do Cosme

Zeca Pagodinho

Roda de Samba com: Zeca Pagodinho


Mulher, mulher, mulher
Você não terá o meu amor
Pode tentar o que quiser
Levou o meu nome na macumba
Pra me amarrar
E tentou diversas vezes me prejudicar

Mas minha cabeça é sã
Porque Cosme é meu amigo
E pediu a seu irmão, Damião
Pra reunir a garotada
E proteger meu amanhã, meu amanhã

Na verdade, você nunca me pertenceu
E quando seguiu meus passos
Foi visando o que era meu

Você não passou de um caso
Que nasceu por um acaso
Seu amor não era eu
Seu amor não era eu

Quando teve a conclusão
Que o meu pobre coração
Não abrigaria você
Passou me caluniar

Mas a patota de Cosme
Não deixou me derrubar
Não deixou me derrubar

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Zeca Pagodinho no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS