• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Você vive de mentira haha
    A mentira te alimenta haha
    As aparências enganam e você só aparenta

    Você vive de mentira haha
    A mentira te alimenta haha
    As aparências enganam e você só aparenta

    Se você queria paz veio ao lugar errado
    O futuro nunca chega nem se volta ao passado
    Tudo que se tem é isto, esse instante agora
    Vida pulsando nas veias sangue dentro pele fora

    Noite longa vida curta prazo que logo expira
    Sombra que o mortal à escuridão atira
    A vida é dura irmão, a vida é dura
    Poço de ódio, rancor e amargura
    A vida é dura irmão cheia de fúria
    Amor e dor, paixão, cobiça, ira
    Mais uma razão pra não viver a vida de mentira

    Você vive de mentira haha
    A mentira te alimenta haha
    As aparências enganam e você só aparenta

    Você vive de mentira haha
    A mentira te alimenta haha
    As aparências enganam e você só aparenta

    Põe a sua alma em tudo, seja o que você é
    Pra que casamento, filhos se nem gosta de mulher
    Pra que ter um carro novo se você anda a pé
    Pra que dar uma de mano se tá mais pra um mané

    Mas se o desejo for profundo sincero verdadeiro e profundo
    Dê as costas para o Mundo que se dane que se lixe a vida é uma só
    A vida é uma só crie coragem pra viver o que lhe cabe
    Tenho certeza o que lhe cabe você sabe

    Se tempestade ou calmaria
    Se ciganagem ou dia-a-dia
    Se sacerdócio ou putaria
    Se escritório ou poesia

    Você vive de mentira haha
    A mentira te alimenta haha
    As aparências enganam e você só aparenta

    Você vive de mentira haha
    A mentira te alimenta haha
    As aparências enganam e você só aparenta

    Você se diz poeta mas é só um fingidor
    Finge tão completamente que até crê na sua dor
    Tanta dor que mente

    Você se diz poeta mas é só um fingidor
    Finge tão completamente que até crê na sua dor
    Tanta dor que mente

    Você se diz poeta mas é só um fingidor
    Finge tão completamente que até crê na sua dor
    Tanta dor que mente

    Você se diz poeta mas é só um fingidor
    Finge tão completamente que até crê na sua dor
    Tanta dor que mente

    Você se diz poeta mas é só um fingidor
    Finge tão completamente que até crê na sua dor
    Tanta dor que mente

    Letra enviada por Leandro Lima
    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zeca Baleiro

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.