Marrom

Zé Maholics

Macaco Politizado - EP


Fez a cabeça pra semana inteira
Perdeu a hora pro trabalho e acordou na quinta feira
E fez a barba sem nem levantar da mesa
Cada segundo custa caro
No país da globeleza

Entrou no jogo
E foi levando a vida esmo
No fim do dia o olho pesa e o corpo esfria
E volta tudo pro começo


E agora a vida é sempre a mesma, sem beleza
Aceitou o pacto e foi trabalhar
Cheio de certeza e frieza
Só não vê que sem gravata é fácil respirar

Chegou em casa e viu sumir o dia
Tentou fugir do conhecido desespero
E fez do copo companhia

Se fez no jogo e agora já nem tem mais rosto
Perdeu a calma, a alma, fez a mala e foi jogar de novo
E não tem volta, não tem voz, virou esboço
Cronicamente obediente, ele chegou

E agora a vida é sempre a mesma, sem beleza
Aceitou o pacto e foi trabalhar
Cheio de certeza e frieza
Só não vê que sem gravata é fácil respirar


Sempre com tristeza pra aceitar a mesa
Embora agora a vida é mesmo trabalhar
Já não vê frieza, nem poder, nem mesa agora
o jogo é simplesmente um mal estar

E agora a vida é sempre a mesma, sem beleza
Aceitou o pacto e foi trabalhar
Cheio de certeza e frieza
Só não vê que sem gravata é fácil respirar

Compositor: Vinicius Hoffmam

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Zé Maholics no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS