Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádios
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME
    Informações do Álbum No Meio Da Área
    No Meio Da Área
    Ouvir álbum completo No Meio Da Área Ano de lançamento: 1998
    1. Zé E José
    2. Luz Ainda Que Tardia
    3. Banquete De Hipócritas
    4. Blues Do Municipal
    5. Olhos De Jardineiro
    6. Coração De Maria
    7. Demasidamente Urbano
    8. Uma Balada Pra Gija
    9. Traficantes
    10. Meninos
    11. No Meio Da Área

    x
    Ver discografia completa »
    PLAY

    Instrumento:
    Introdução: A E D E
    
        A  E         D      E           A             A4
    Esperar  é acreditar, a vida me ensinou a esperar
    A                     A4  A                    A4
    Quantas vezes eu quis ter um jardim pra te dar
    A            A4              D
    Quando tinha terra faltava semente
                   A                   E       
    Quando tinha semente vinha a chuva forte e levava tudo 
      D
    embora
          C#m Bm A              E          F#m          
    E pra complicar andei por caminhos tortuosos, foi difícil 
      E
    voltar
    
    D
    Tivemos noites de vendavais e em noites de vendavais
                     A            E
    O dia demora a chegar e foi assim
          G             D          A                   E
    'inda bem que nesse anos todos guardamos restos de sonhos
    D                             E
    Rabiscos pedaços diversos, canteiros do nosso jardim vem 
    A
    ver
    E                           B                           D
    A primavera floriu, flor de Maio tá tão linda ainda nem é Abril
                                   A
    Onze-horas sem vergonha dá por todo o lado
                               E                   D
    Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar e contar
                        E                  A
    Os botões que ainda têm pra abrir e partir
       D               E                   A    Bm A/C# D
    Em busca de outras flores em outros jardins
    E                                        B
    Já estive com outras flores em outros jardins
                D            A                           D
    Hoje estou aqui pra te regar te proteger dos ventos, te 
           A
    cuidar
          E             D
    Te servir pra o que for
                     A           E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D
    Te servir pra o que for
                      A          E                A
    Os olhos do jardineiro é que abrem o botão da flor
          E             D                     A
    Te servir pra o que for, os olhos do jardineiro é
        E                D   C#m Bm F#m
    que abrem o botão da flor
    
    Cifrado por Max Gasperazzo (velhomax@zipmail.com.br)


    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Olhos de Jardineiro (Cifrada) - Zé Geraldo - VAGALUME