Página inicial > MPB > Z > Zé Geraldo > Mistérios

Mistérios

Zé Geraldo

Cidadão


Esse olhar
Sempre fitando infinito envolto em mistérios
Ainda traz a emoção de um brilho bonito
Quantos já tentaram desvendar esse olhar
Quantos já trilharam os atalhos tortuosos
desse coração
Eu não posso acreditar
Que a vida saiu pela porta e eu não notei
Que o cavalo passou encilhado
e eu não montei
Quando a banda passar
vou jogar o meu corpo
na rua
e se o povo cantar
vou colar minha boca
na sua
Vou sentir o cheiro do povo
Vou sair pra vida de novo
Fazer tudo que até hoje
eu não pude fazer
Vou vestir a minha seresta
Dividir o bolo da festa
Vou tentar salvar esse pouco
que ainda resta
Da minha juventude,
da minha juventude,
da minha juventude
Vou sentir o cheiro do povo
Vou sair pra vida de novo
Fazer tudo que até hoje eu não pude fazer
Vou vestir a minha seresta
Dividir o bolo da festa
Vou tentar salvar esse pouco
que ainda resta
Da minha juventude,
da minha juventude,
da minha
juventude
Da minha juventude, da minha juventude,
da minha
juventude

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Zé Geraldo no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS