• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Trago o meu peito ardendo em chamas
    pés descalços sobre a lama
    que cobriu nossos caminhos
    desconheço qualquer traço de esperança
    que o abraço da lembranaça faça renascer sozinho
    esse corpo magro e maltratado
    esse cerebro calejado quer abrir os corações
    e acabar de vez com a inquietude
    que emudece a juventude
    e divide as gerações
    nós viemos juntos de outras eras
    semeando primaveras que não tardam florescer
    acumulando uma força invisivel
    num processo irreversivel
    pra não ser mais preciso ver

    a calada da noite mostrando homens cabisbaixos
    caminhando sobre o olhar perplexo da madrugada
    perguntando onde vão dar
    os atalhos dessa nova era, dessa nova estrada
    essa estrada vai passar
    pela vila da boa esperança
    vai cruzar o municipio dos homens de fé
    vai fazer da certeza o seu arraial
    na cidade dos jovens sem medo
    vai fazer o seu ponto final (4x)

    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Geraldo

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.