Página inicial > Jazz > Z > Zaz > t'attends quoi > Tradução

T'attends Quoi (tradução)

Zaz

Recto Verso


O que você está esperando


Eu sou de Basra, às portas do deserto

Mas eu não paro em postos de fronteira

Nômade para sempre desde Sherazade

Quando esse dia chegar, quem vai nos salvar do afogamento?


Eu sou do país Kham, a cabeça no céu

As montanhas tem uma alma, sob as neves eternas

Sherpa desde sempre, dos cumes, das fachadas

Quando esse dia chegar, quem vai nos salvar do afogamento?

Quando esse dia chegar, quem vai nos salvar do afogamento?


Mas o que você está esperando?

Que a terra nos dê uma bronca?

Que o sol não derreta?

E que a gente esconda o mundo?

Diga-me, diga-me, o que estamos esperando?

Que a terra nos dê uma bronca?

Que o sol não derreta?

E que a gente esconda o mundo?

Diga-me, diga-me eles estão esperando o quê?


Eu sou de uma floresta ao longo do Amazonas

Eu sei os segredos das plantas e da fauna

Vivo desde sempre eu ouço as cachoeiras

Quando esse dia chegar, quem vai nos salvar do afogamento?


Eu estou à deriva, um barco sem o vento

Rezando para que eu chegue onde ninguém está me esperando

Perdido para sempre de odisseias nas Ilíadas

Quando esse dia chegar, quem vai nos salvar do afogamento?

Quando esse dia chegar, a gente se salvará do afogamento


E o que você está esperando?

Que a terra nos dê uma bronca?

Que o sol não derreta?

E que a gente esconda o mundo?

Diga-me, diga-me, o que estamos esperando?

Que a terra nos dê uma bronca?

Que o sol não derreta?

E que a gente esconda o mundo?

Diga-me, diga-me eles estão esperando o quê?


Diga-me, diga-me eles estão esperando o quê?

Que a terra nos dê uma bronca?

Que o sol não derreta?

E que a gente esconda o mundo?

Diga-me, diga-me, mas eu estou esperando o quê?

Diga-me, diga-me, mas eu estou esperando o quê?

T'attends Quoi


Je suis de Bassora, aux portes du désert

Mais je ne m'arrête pas aux postes de frontières

Nomade pour toujours depuis Shéhérazade

Quand arrivera ce jour qui nous sauvera de la noyade


Je suis du pays Kham, la tête dans le ciel

Les montagnes ont une âme, sous les neiges éternelles

Sherpa depuis toujours, des sommets, des façades

Quand arrivera ce jour qui nous sauvera de la noyade

Quand arrivera ce jour qui nous sauvera de la noyade


Mais t'attends quoi?

Que la terre nous gronde?

Que le soleil ne fonde?

Et qu'on enfouisse le monde?

Dis-moi, dis-moi on attend quoi?

Que la terre nous gronde?

Que le soleil ne fonde?

Et qu'on enfouisse le monde?

Dis moi, dis moi ils attendent quoi?


Je suis d'une forêt le long de l'Amazone

Je connais les secrets des plantes et de la faune

Vivant depuis toujours j'écoute les cascades

Quand arrivera ce jour qui nous sauvera de la noyade


Je suis à la dérive un bateau sans le vent

Priant pour que j'arrive où personne ne m'attend

Perdu depuis toujours d'Odyssées en l'Iliades

Quand arrivera ce jour qui nous sauvera de la noyade

Quand arrivera ce jour on se sauvera de la noyade


Et t'attends quoi?

Que la terre nous gronde?

Que le soleil ne fonde?

Et qu'on enfouisse le monde?

Dis-moi, dis-moi on attend quoi?

Que la terre nous gronde?

Que le soleil ne fonde?

Et qu'on enfouisse le monde?

Dis moi, dis moi ils attendent quoi?


Dis moi, dis moi ils attendent quoi?

Que la terre nous gronde?

Que le soleil ne fonde?

Et qu'on enfouisse le monde?

Dis-moi, dis-moi mais j'attends quoi?

Dis-moi, dis-moi mais j'attends quoi?

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS