Página inicial > Hardcore > Z > Zander > Todos Os Dias

Todos Os Dias

Zander

Brasa


Como tudo que vai a gente sabe
Que um dia vai voltar
E não é a primeira vez que eu te peço para entender
Ou pelo menos ouvir e respeitar, a gente não precisa sempre
Concordar com tudo e se abraçar
Tem gente que não sai da frente

Quanto mais preciso menos natural
Vale tudo que não seja nos repetir
E eu já pensei que eu fosse morrer sem me despedir
Não vai além do que observar
Entre seus dedos escapar sem sequer notar

Como tudo que vai a gente sabe
Que o dia vai voltar
E não é a primeira vez que eu te peço para escutar
Ou pelo menos dizer, me machucar, alguma reação que posso
Provocar alguma atitude
Tem gente que não sai da frente

Quanto mais preciso menos natural
Vale tudo que não seja nos repetir
E eu já pensei que eu fosse morrer sem me despedir
Não vai além do que observar
Entre seus dedos escapar sem sequer notar

Não se recupera mais a inocência
De um jogo de futebol no pré-escolar descalço
Alguns ainda jogam, mas só aos domingos
Outros nunca mais
E tem aqueles que não param de acreditar

Vale tudo que não seja nos repetir
E eu já pensei que fosse morrer sem me despedir

Compositor: Bil

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Zander no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS