Página inicial > Y > Yrison Roxha > Quem É Ela

Quem É Ela

Yrison Roxha


Quem é ela, que me conquistou a cada dia,
Quem é ela, que virou a minha poesia,
Quem é ela, que se tornou todo um rodeio,
Ao mesmo tempo que te amo é tenso, eu te odeio,
Quem é ela, que brinca com meu centimento desse jeito,
Mais não ligo, porque pra ela eu dei o direito,
Sempre foi assim, desvendo todas em dois minuto,
Mais com você é diferente, isso me deixa puto,
Nunca ia gostar de ninguém, niguem merece,
Eu até me prometi aí você vem e aparece,
Mais tá, não quero por a culpa em ninguém,
A final, há males, que até vem para o bem,
Pois bem, me desculpe se não me declaro direito,
Mais basta por a mão e sentir o meu peito,
A sua beleza, seu jeito de agir é indecente,
A sua voz, até seu cheiro é diferente,

Quem é ela, que não é comum como o zotro,
Quem é ela, que me faz cantar até ficar roco,
Quem é ela, não é comum, ela é diferente,
Pois o comum nunca atrai, ela é toda atraente,
Quem é ela, que sempre sabe o que fala,
As mina morre de inveja, e os mano tudo baba,
Não tem aquele que evite, mano fica esperto,
Se a perfeição não existe, ela pelomenos passar perto,
Discreto, até o momento do nosso bejo,
Inserto, se isso só vai ficar no desejo,
Às vezes me calo, engasgo as palavra isso ressalta,
Me calo só pra ver se pra você eu fasso falta,
Na mesma proporção que você faz pra mim,
Não sei se devo ir devagar ou se já pulo lá pro fim,
Em fim, idependente eu vou bancar o frio,
Tentei bancar o forte mais o coração não resistiu,

Mulher, exuberante, ela é guerra e paz
Inspiração pra tom, cazuza, e até vinicius de morais
Quem é ela, que mexe comigo como um brinquedo,
Que sabe que me quer, mais guarda isso em segredo,
Com medo, de sofrer outra decepição,
Mais você é minha escolha, não é mais uma opção,
Quem é ela, que sabe muito bem o que é amor,
Nessa materia sou aluno, pensei que era professor,
Mais não, se te amar doi, é uma sepultura,
Por favor, que se inicie a seção de tortura,
Me jura, que cada dia é uma fantasia,
Ela é sua solidão em busca de compania,
É você, o meu motivo de cantar,
De sentir, de gritar, de chorar, de amar,
De mandar, essas rima, de corção
Não agradeça pela letra, cê me deu inspiração,
O bastante, pra por aqui, aquilo todo é a vera,
Mais a pergunta não se cala, quem é ela?

Sem ter você eu me encontrava num estado de coma,
Já não te chamo de meu bem porque se o banco sabe toma,
É mulher, você é o que todo homem quis,
Me deu algum sentido na frase "vou ser feliz"
Quem é ela, que sabe o que você pensa,
Entra no seu coração, assim, sem pedir licenca
Ela é, a que chama atenção no mei da roda,
Ela distaca com que veste, ela é quem faz a moda,
É foda, mulé, essa vai trilha de outros casais,
Pra dizer o que sintro preciso de mil rap's iguais,
A esse, não foge do meu interesse,
Ter uma parada séria com ela, eu tô querendo,
Me deu a vida, mesmo que se um dia eu morresse,
Se cura é seu bejo amor, por favor, eu já tô morrendo,
Desculpa se minha poesia é clichê,
Mais tudo que eu sonhei pra mim se resume a você!

Letra enviada por YrisonRoxha

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Yrison Roxha no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS