Página inicial > Romântico > W > Wando > Vulgar e Comum É Não Morrer de Amor

Vulgar e Comum É Não Morrer de Amor

Wando


Essa coisa boa de cheirar
Um veneno doce nas artérias
A louca ansiedade da espera
E a fera que eu trouxe pra te amar
Se a entrega nega ser inteira ainda
Por favor amor não desanimeessa dor por dentro me comprime
Meu corpo é uma fogueira
Vem queimar
Veeeeeeem, vamos voar p´ro leito
Vem arranhar meu peito
Me arranque o coração
Vem, vem sem pudor nenhum
Vulgar e tão comum
É não morrer de amor
Sem antes e depois
Pra que amanhã não se arrependa
E diga, eu pude amar
E não amei
Abra boca braços e me prenda
Que nos seus espaços eu serei
Elétricas centelhas de paixão
Quando sobre a maciez da cama
Eu quero essa mulher que diz que ama
Deslizando solta em minhas mãos
Vêem, vamos voar pro leito
Vem arranhar meu peito
Me arranque o coração
Veeeeeeem, ô ô, vem sem pudor nenhum
Vulgar e tão comum
É não morrer de amor
Sem antes e depois

Compositor: Gazel, Wando

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Wando no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS