Página inicial > Velha Guarda > V > Vitorino > Guerrilheiro Urbano

Guerrilheiro Urbano

Vitorino


Do nome só vê mancha escura, passo firme
Medo em riste a toda a esquina
Andar de veludo negro manto
Vidro a contra luz
Nada te seduz

Bode velho espreita agonia não descansa
Ponta fumada em solidão
Coração na boca (verdes prados?)
Cara em flash a cor
Esquecido o temor!

Sai no beco já sem saída, p´rá onde for
Veredas do imaginário
Noite d´ajuste, lua encarnada
Tiro no papel!
S. Maquiavel...

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Vitorino no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS