Victor e Leo
Página inicial > Sertanejo > V > Victor e Leo > Rios de Amor (O Cantor do Sertão)

Rios de Amor (O Cantor do Sertão)

Victor e Leo

O Cantor do Sertão


Eu estava ali, aos pés do vento
Enquanto o vento me acariciava
Estava no céu, longe do tempo
Uma estrela me cadenciava

Vagas lembranças de um coração
Fui o campo verde onde você descansou
Fui a voz que lá do sertão te chamou
Você disse: "Não, não"
E chorou

Aves cantantes
Matas gigantes
Solos plantantes em flor

Aves cantantes
Matas gigantes
Solos plantantes em flor
Rios de amor

Caso te acometa a saudade
Vou deixar aberta a porteira
Tão sozinha nesta cidade
A pensar em mim a noite inteira

Você diz que quer mas não vem
Eu não posso te obrigar a tentar ser feliz
Se você vier, meu bem, virá porque quis
Só te peço: "Vem, vem meu amor"

Aves cantantes
Matas gigantes
Solos plantantes em flor

Aves cantantes
Matas gigantes
Solos plantantes em flor
Rios de amor
Rios de amor

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Victor e Leo no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS