Página inicial > V > Velho > Senhor de Tudo

Senhor de Tudo

Velho


Uma vez entronado
O filho da dor
Príncipe do erro
Persona do terror

Não lamenta mais
Sua triste condição
Passa pelo mundo
Morto entre os vivos

Dentro de um mês
A estação propícia
Três vezes três
A gestação da prole

Que reaparece
Entre os mortais
P'ra reacender
Aquela velha chama

Vagando por sobre
Os escombros da história
Sem rastros pra seguir
Lembranças ou heróis
Desce até o vazio
A sós

Os frutos da existência
Uma vez em suas mãos
Pesam como os anos
De morte e traição
De uma humanidade
Que sempre se deixar reger

Depois de um tempo
Não haverá
Nenhum futuro
A lhe esperar
Rege sozinho
A imensidão

Senhor de tudo
Em sua visão!

Letra enviada por Playlists do Vagalume

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Velho no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS