Página inicial > Blues > V > Van Breno

MIX DE MÚSICAS

FOTOS

van-breno - Fotos
van-breno - Fotos

+5

- Fotos

Breno Costa de Oliveira, musicalmente conhecido, como Van Breno, nasceu em Belo Horizonte no bairro de Santa Tereza, na rua Itacolomito. Van Breno é músico, poeta,filósofo,video maker, produtor cultural e Superintendente de Cultura em Santa Luzia-Mg, tendo três cds independentes gravados com a Banda Botocudos, o Botocudos (2000) e Botocudos (Democracia 2002), Breno Ximango (Covers 2002) é um Ep Solo Independnente (Esboço 2009). Van Breno tem mais 70 músicas, letras e poesias catalogadas na Biblioteca Pública Nacional e na Sbacem. Van Breno tem cursos de Filosofia Clássica pela Escola Filosofia Clássica Nova Acropole, Graduando em Sociologia e é formado em Gestão Pública pela Universidade Metodista de São Paulo.

Biografia

Sua mãe é de origem afromineira da Capital é cabeleira, dona de salão de beleza e seu pai de origem afromineira (Monlevade) era Funcionário Público do Governo Federal. Sob a influencia musical de seu irmão mais velho, Wilson Junior, Van Breno ouviu a explosão do rock nacional e as bandas internacionais como:Led,New Order, A-ha, The Cure, U2, Tea For Feares e em especial Van Breno sempre foi fã de carteirinha das bandas Camisa de Vênus,Inocentes, Kami Kase,Titãs e do Clube da esquina. Van Breno é casado com Vivian Lima da Silva Oliveira.

Trabalhos:

Bandas de varanda -Plebeus da Noite e Concreto Armado
Em 1985, Van Breno fundou no ensino fundamental um dueto só de violões ( violão estudante gianinni), a Plebeus da Noite, juntamente com Leonardo Ferreira, na 6° série no Colégio Centro Educacional Mineiro. O dueto Plebeus da Noite se limitava a tocar músicas próprias,inventadas a partir das notas que conheciam e sabiam tocar e ainda eram influenciados por Vid Sangue Azul, Dr Silvania e Iron Maiden.
Em 1988 é presenteado com uma guitarra Tonante por seu pai e juntamente com seu vizinho, Ernesto o Kbça e Max seu primo, fundam a banda Concreto Armado com músicas próprias, influenciadas pelo punk rock nacional com letras que faziam critica social economica.

Dj Bc
No inicio dos anos 90 , Van Breno junta -se com Fred Beck e compram uma Mesa Mixer Chorus Dm 200 e se tornam o Dj Bc e Dj Pira, realizando festas e eventos no bairro Alípio de Melo e região. Dj pira e Dj Bc tocam mais músicas eletrônicas do underground Europeu, House remix e rock nacional. Esta fase dura de 90 até 92.
Em 1993 cria a Música Lá Fora se torna profissionalmente compositor.

Van Breno e os Filhos de Zeus
Em 1996, Van Breno ( Violão ) junta-se com Quim Harp (Gaita), Léo Rato (Violão), Cristiola Pampulha( Bongô). Nesta época Van Breno e os Filhos de Zeus tem um repertório próprio em que seria o embrião de bandas futuras bandas, Queijo Minas e Botocudos. Neste periodo tocam músicas próprias e também covers de Zé Ramalho, Raul Seixas,rock nacional e etc...

Queijo Minas Café e Blues
Em 1997, Van Breno , juntamente com Quim Harp, Léo Rato e Cristiola, estávam procurando um nome para formar uma nova banda. E uma dia Quim Harp, este estava tomando café e comendo um Queijo em sua e então veio a inspiração para o nome da banda e gritou : Queijo Minas Café e Blues. Esta Banda fez shows por dois anos e passaram por lá vários músicos os mesmos dos Botocudos e do Van Breno e dos Filhos de Zeus.

Tribo da Montanha
Em 1999, Van Breno e Fred Beck( Dj Pira) fundam juntos a Tribo da Montanha. Este dueto musical tem a proposta de fazer Rap ao estilo e a sonoridade dos Beastie Boys com uma linguagem coloquial mineira. Em seu repertório faziam musicas próprias sobre o cotidiano mineiro e letras de cunho social. Uma de suas músicas o Apagão/Maleta foi gravado pela banda Botocudos em 2002 e fez parte do repertório dos Botocudos até os dis de hoje.

Botocudos
Criada em 2000 a Banda Botocudos, surgiu com intuito de fazer Rock Alternativo e Indie Pop misturando as raizes mineiras do congo, do clube da esquina e do punkraprock nacional, usando também uma linguagem coloquial incluindo a musicalidade da cultura mineira.
Na segunda metade de 2000 a banda Botocudos grava o 1° Cd independente c/ 7 músicas próprias inéditas, nos mais variados estilos: Rock, blues, punk/Rock e rap'rool.
Em 2002 Botocudos grava o 2°Cd ( Democracia ) ao vivo em estúdio, c/15 músicas inéditas e releituras de bandas nacionais como Virna Lisi, Titãs, Chico Science & Nação Zumbi.
No mesmo ano 2002 Van Breno grava Cd solo de Covers ( Breno Ximango).

Van Breno Coletânea
Em 2009 lança o Cd Demo ( Van Breno, Esboço só 6 )

Van Breno e os Botocudos em 2015 retoma atividades com novas músicas e está gravando um novo Cd com novas músicas inéditas que sairá do forno brevemente.


Músicas Gravadas

Van Breno,Botocudos e Queijo Minas café e Blues

2018: Queijo Minas Café e Blues( Projeto da Caravana da Juventude Negra )
2015: Queijo Minas Café e Blues - Van Breno e Quim Harp
2015: My babe - Quin Harp
2009: Ep Esboço Só 6 - relançamento
2002: A sinhá também é mestiça - Van Breno
2002: O apagão ( Black in Black ) Van Breno e Fred Beck
2002: A do Jimi - Van Breno
2002: Porrada - Arnaldo Antunes e Sérgio Brito
2002: Cabrobó - Antõnio Julio
2002: Cala Boca - Inocentes
2002: Canus Silenciosos- Lobão
2002: Manguetown - João Higino Filho
2000: Doutor Terror - Van Breno
2000: Estado Onírico - Van Breno
2000: Lá Fora - Van Breno, Rodrigo Januzzi e da Planta
2000: Km 777
2000: Êxito Estado Mente - Van Breno
2000: Palestinos X Israelense - Van Breno
2000: Nó Bicho !!! - Van Breno
1997: Queijo Minas Café Blues -Van Breno e Quim Harp

Sites:
https://soundcloud.com/vanbreno
https://www.youtube.com/user/Botocudos1


Redes sociais