Página inicial > Forró > V > Valéria Barros > O Copo Esvaziando

O Copo Esvaziando

Valéria Barros

AMIGOS E MODÃO


Tem paixões que chegam pra acabar com tudo
Que sugam nossas vidas de canudo
E a gente acha bom
O nosso mundo gira em torno de um colchão
Mais tem que aparecer
Sempre tem que aparecer
Uma dama elegante
Mais conhecida como amante

Agora ele tá com outra roupa dela
Ele tirando
E olha o copo esvaziando
Tua mão que passava em mim
Em outro corpo tá passando
E olha o copo esvaziando
E aquela boca carnuda
Outra boca tá beijando
E olha o copo esvaziando
Ele ta no motel rindo
E eu no boteco chorando
E olha o copo esvaziando

Mas tem que aparecer
Sempre tem que aparecer
Uma dama elegante
Mais conhecida como amante

Agora ele tá com outra roupa dela
Ele tirando
E olha o copo esvaziando
A mão que passava em mim
Em outro corpo tá passando
E olha o copo esvaziando
Aquela boca carnuda
Outra boca tá beijando
E olha o copo esvaziando
Tu e ele tá no motel rindo
E eu no boteco chorando
E olha o copo esvaziando

Compositor: Rafael Silva Borges / Diego Henrique da Silveira Martins / Waleria Leão

Letra enviada por Thais Domingues

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Valéria Barros no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS