Horizonte Infinito

Utopia (Mamonas Assassinas)


Eu não vejo mais um horizonte infinito
Já não sinto mais suas curvas e gemidos
Eu já não posso crer, no que eu quero tanto dizer

Me coloco frente a frente com um espelho
E novamente me apanho fingindo
Para mim mesmo mentindo, de mim mesmo fungindo


Quero ouvir frases malditas
Quero ouvir palavras nunca ditas a ninguém
Quero ouvir frases malditas
Quero ouvir palavras nunca ditas a ninguém


Mergulhando no sonho me transporto para um mundo
De falsas verdades que só eu habito
Vagando entre as nuvens em caminhos que nem eu
acredito

Até tudo ficar sem sentido de novo
E novamente eu ficar sozinho
No canto escuro da rua, de volta ao velho caminho

Quero ouvir frases malditas
Quero ouvir palavras nunca ditas a ninguém
Quero ouvir frases malditas
Quero ouvir palavras nunca ditas a ninguém

Se me coloco frente a frente com um espelho
E novamente me apanho fingindo
Para mim mesmo mentindo, e sempre e sempre de mim
mesmo fugindo

Até tudo ficar sem sentido de novo
E novamente eu ficar sozinho
No canto escuro da rua, do lado escuro do mundo

Compositor: Dinho

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Utopia (Mamonas Assassinas) no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS