Página inicial > Gospel/Religioso > U > Umbanda > Casamento de Rosa Caveira

Casamento de Rosa Caveira

Umbanda


É segunda feira, eu vou
pro casamento de rosa caveira
Que vai ser a meia noite em ponto
em uma capela feita de madeira
Mandei chamar seu omolu, pra cerimônia vir rezar
A capela toda enfeitada, com um chão de flores para ela entrar

A catacumba se abriu e até o chão tremeu
Com as sete badaladas que o sino deu
Vem anunciando, que ela vem ai
A corte convidada, dama da noite com seu tiriri
Eu pensei que eles não vinham, foi o que eu falei

Tomei um tapa na minha cara
pois eu vi a rainha com o exu rei
Quem vem vindo ai, veja quem chegou
Com sua roupa em escamas douradas
era a da praia com seu marabô

Eu até me assustei, quando olhei para a esquina
Vinha chegando o exu maré
bem acompanhado de sua menina
A festa foi ficando boa e o tempo foi passando
Maria mulambo e exu do lodo, era mais
um casal que vinha chegando

Exu morcego bebeu todas e o convite não chegou lá em casa
Nós viemos assim mesmo, eu sou
a milongueira e esse é o exu brasa
E nesse momento a confusão aconteceu
Rosa caveira ficou na mão, porque o seu noivo desapareceu

Os irmãos da noiva, joão caveira e o caveirinha
Foram correndo atrás do noivo que estava fugindo com a "maria"
O malandro entrou na favela, pulando telhados muros e janelas
Feito fumaça ele sumiu no ar, mais uma noiva ele deixou no altar
Dizem por ai que ele é José, usa um terninho branco que danado que ele é

Letra enviada por Playlists do Vagalume

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Umbanda no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS