Ode To Sleep (tradução)

Twenty One Pilots

Migraine (EP)


Hino Para Dormir


Eu acordo super bem, mas com o tempo, acho válido

Rasgar meu coração e começar a planejar minha queda

Eu vou até o teto

E sinto minha alma começar a ir embora

Como o cabelo de um homem velho que recua

Estou implorando por favor, por favor, de joelhos

Perguntando repetidamente

Por que tem que ser desse jeito, essa vida é livre?

Eu não quero ser aquele

Aquele que tem o sangue do sol em mãos

Eu direi à lua, pegue esta arma arranjada na escuridão

Alguns vêem uma caneta, eu vejo um arpão


Eu ficarei acordado

Pois a escuridão não fará prisioneiros esta noite

Por que não fico assustado pela manhã?

Eu não ouça aquelas vozes chamando

Devo ter expulsado todo eles, devo tê-los expulsado

Eu juro que ouvi demônios gritando

Aquelas loucas palavras que soletravam

Eles me disseram que estava acabado, que estava acabado


Mas eu direi a eles

Por que não me deixam ir?

Eu ameaço todos os seus planos? Eu sou insignificante

Por favor, diga a eles que não tem planos para mim

Eu colocarei fogo na minha alma, no que me tornei?


Na véspera de um dia falso e esquecido

Enquanto as árvores esperavam e nuvens ansiavam

O início de um dia quando colocamos no nosso rosto

Uma máscara que mostra que não precisamos de graça

Na véspera de um dia que é maior do que nós

Mas nós abrimos nossos olhos pois nos dizem que devemos

E as árvores balançam seus braços, nuvens tentam implorar

Desesperadamente gritando que não precisamos de nada

Não sou livre, eu pedi por perdão três vezes

Mesmo número de vezes que neguei, cometi o crime 3 vezes

Tenho medo de te dizer quem eu adoro

Não vou te dizer para quem estou cantando

Metaforicamente sou uma vadia, e essa é a quarta negação

Ode To Sleep


I wake up fine and dandy but then by the time I find it handy

To rip my heart apart and start planning my crash landing

I go up to the ceiling

Then I feel my soul start leaving

Like an old man's hair receding

I'm pleading please, oh please on my knees

Repeatedly asking

Why it's got to be like this, is this living free

I don't want to be the one

Be the one who has the sun's blood on my hands

I'll tell the moon, take this weapon forged in darkness

Some see a pen, I see a harpoon


I'll stay awake

'cause the dark's not taking prisoners tonight

Why am I not scared in the morning

I don't hear those voices calling

I must have kicked them out, I must have kicked them out

I swear I heard demons yelling

Those crazy words they were spelling

They told me I was gone, they told me I was gone


But I'll tell them

Why won't you let me go?

Do I threaten all your plans, I'm insignificant

Please tell them you have no plans for me

I will set my soul on fire, what have I become?


On the eve of a day that's forgotten and fake

As the trees they await and clouds anticipate

The start of a day when we put on our face

A mask that portrays that we don't need grace

On the eve of a day that is bigger than us

But we open our eyes 'cause we're told that we must

And the trees wave their arms and the clouds try to plead

Desperately yelling there's something we need

I'm not free I asked forgiveness three times

Same amount that I denied, I three-time mvp'ed this crime

I'm afraid to tell you who I adore

Won't tell you what I'm sing towards

Metaphorically I'm a whore, and that's denial number four

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS