Página inicial > Sertanejo > T > Trio Parada Dura > Golpe da Gemedeira

Golpe da Gemedeira

Trio Parada Dura

Sempre


Tão falando de mim
Mas com uma certa razão
Estou caidinho sim
Tô doidinho de paixão
A menina me provoca
Com seu jeitinho dengoso
Acho bom quando ela fala
Que velhinho mais gostoso
Na hora do rala e rola
Faz aquela barulheira
É ai que o velho entra
No golpe da gemedeira
Ela grita ela chora
Faz aquele barulhão
Nesta hora eu sou um macho
Ela é um avião

Eu dou tudo o que ela quer
A cidade já comenta
Que alguém come o file
Que o velhinho é que sustenta
Enquanto eu tiver dinheiro
Eu vou pagar os seus carinhos
Prefiro rasgar o filé
Que comer feijão sozinho

Ela tem 18 anos
Eu tenho quase 60
Preciso de carne nova
Se não a coisa não esquenta
Uma asinha por semana
Pode ver que me sustenta
Mais de uma é covardia
O velho bráulio não aguenta
Motorzinho está fraco
Queimando o óleo 90
Eu apago o fogo dela
É com nota de 50
Tô feliz tô satisfeito
E eu estou achando bom
Chego até a imaginar
Que sou eu o garanhão

Compositor: Itamaracá/Carminha Pantaroto

Letra enviada por lincoln greik dos santos

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Trio Parada Dura no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS