Página inicial > Forró > T > Trio Luar

MIX DE MÚSICAS

FOTOS

trio-luar - Fotos
trio-luar - Fotos
- Fotos

Tudo começou com a aulas de História do nosso grande amigo e mestre paraibano "Professor Catolé" que nas festas pela cidade dançava forró e sempre cobrava dos jovens talentos que Ilhabela e região precisava de forrozeiros para agitar as noites dançantes da cidade. Seu pedido foi atendido e hoje é um dos maiores fãs do trio.

Felippe Lins Santos (Sanfona)

O Trio Luar nasceu de uma dança, de um ritmo quente. Onde os corpos se conectam à melodia e batida que arrasta pés. Esse é o sonho de forró que vem tocando corações desde 2005 em Ilhabela.

Um projeto musical que deu o nome à banda, foi o Duo Luar de Ilhabela, criado por Johnny Booggie Wooggie e compostos por Felippe Lins Santos (violão), e William Fernandes (violão).

No princípio, interpretavam temas instrumentais em dois violões, guiados pelo mestre Johnny. "Fiquei com essa lembrança de que a lua é tropical e universal, daí aliamos isso ao forró", comenta Felippe.

Erick Peres (Triângulo)

A formação inicial teve Felippe na sanfona, o irmão Erick no triângulo e Edson Pires na zabumba. O primeiro show foi um convite do Marcelo Carlos para uma noite no antigo Karambola Bar, no centro de Ilhabela. A partir daí as quintas feiras deram tom a nova sensação do bar, tornando referência na noite da Vila.

Após algum tempo, um novo lugar para o forró foi estabelecido no Espaço Ilha Soccer, no Perequê. Com isso, o novo dia na semana para dançar foi definido, todas as quartas-feiras.

Na sequência o Max Restaurante recebeu a banda por algum tempo, em seguida o espaço Sandália de Prata também foi sede do forró. Logo após tocaram no Bêde Bêde Bar, Snooker Bar e Boteco do Rei. Assim a banda foi se tornando cada vez mais conhecida na ilha, e dali em diante, novos caminhos dentro da música foram se abrindo.

O forró hoje

Com o convite de Kiko Cardial, o Estaleiro Bar recebeu o Trio Luar todas as quartas feiras do mês desde 2009, sem pular nenhuma, nem mesmo em motivos de feriados ou tempestades tropicais do paraíso Ilhabela. Durante todos esses anos, a tradição e fidelidade do público faz diferença nas noites do forró ilhéu, que nunca são iguais, mas sempre são incríveis.

O Trio Luar inspirou Rodrigo Reader na idealização do Festival "Forró na Ilha", trazendo o circuito de forró nacional para Ilhabela onde eles também se apresentam junto aos principais nomes do gênero.

Já o trabalho autoral da banda é composto por Felippe Lins Santos, as canções "Forró do Bigodão, "Galo no Terreiro" e "Pensando em Ti" já estão na trilha sonora de seus seguidores. O músico e compositor Sandro Javier, integrou a banda de 2007 até 2016, também contribuiu com composições incríveis e interpretadas pela banda nos shows.

Em meados de 2016 um novo músico fora convidado para participações, Juliano Alves tinha a função de tocar agogô, e com a saída de Sandro ele assumiu a zabumba.

Juliano Alves (Zabumba)

O Trio continua desenvolvendo seus projetos, inclusive o videoclipe para a faixa "Eu to aqui pra te falar", que foi gravado a bordo da Escuna Da Vince (Maremar turismo) além das praias do Jabaquara, Fome e Viana, todas em Ilhabela.

Além de todos os lugares onde levaram o som mesclado de xaxado, xote e baião, o Trio Luar também fez abertura de shows da lenda Dominguinhos e também de bandas como, Trio Nordestino, Trio Virgulino, sendo que esta última que está participando nas gravações do primeiro Cd da banda.

Redes sociais