Página inicial > Reggae > T > Tribo de Jah > A Infinita e Eterna Canção

A Infinita e Eterna Canção

Tribo de Jah

Confissões de Um Velho Regueiro


No deserto do abandono
Na dor da desesperança
Onde não se sabe como
Nem no braço estendido alcança

Quando a fé não mais existe
Onde jaz o irmão em crise
Há ainda a luz da consciência
Farol de límpida luminescência

Onde há a amor, não reside a dor
Não resiste o mal, seja lá qual for
Onde há a amor, não reside a dor
Não resiste o mal, seja lá qual for

Só o amor tocando fundo no teu coração
Te fará ouvir, cantar então
A infinita e eterna canção

Viver sem amor é vagar na escuridão
É padecer do não saber a escravidão
Jah é amor, o amor é jah
Como viver sem provar da vida
O mais puro e doce néctar

Onde há a amor, não reside a dor
Não resiste o mal, seja lá qual for
Onde há a amor, não reside a dor
Não resiste o mal, seja lá qual for

Só o amor tocando fundo no teu coração
Te fará ouvir, cantar então
A infinita e eterna canção

Onde há a amor, não reside a dor
Não resiste o mal, seja lá qual for
Onde há a amor, não reside a dor
Não resiste o mal, seja lá qual for

Só o amor tocando fundo no teu coração
Te fará ouvir, cantar então
A infinita e eterna canção

Compositor: Fauzi Beydoun

Letra enviada por Tribo De Jah

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Tribo de Jah no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS