• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Nem liga, se o banco de trás virar rave
    Se eu já repeti várias vezes esse som
    Daqui pras quatro é louça, janela vai tremer na rua toda

    Desculpe minha lombra
    Uooh
    Foda-se a insônia
    Uooh
    Pois quem dorme sonha, quem vive realiza e eu elevo o nível
    Do imprevisível

    Desculpe minha lombra
    Minha lombra
    Foda-se a insônia
    Insônia
    Pois quem dorme sonha, quem vive realiza
    Essa porra toda

    De mim se pode esperar tudo
    Menos isso, que cê ta pensando agora
    E o resumo, é muito mais que uma longa história pra contar
    É o sabor do desprazer, e a aurora
    É como um beijo com gosto de vodka
    Porque aprendi cedo a fugir da lógica
    Tem como maior medo a rotina metódica
    E vi que o segredo de uma vida sólida
    É quebrar estatística, deixa o mundo girar
    Já pensou se eu parasse naqueles dias de chuva hein
    Que a lama atrapalhava, e o sol insistia em brilhar
    A vida amedrontava mais do que a viela escura
    Mais me provocar loucura, é só mais uma dádiva
    Se o banco de trás virar rave
    Se já repeti várias vezes esse som
    Daqui pras quatro é louça, janela vai tremer na rua toda

    Desculpe minha lombra
    Uooh
    Foda-se a insônia
    Uooh
    Pois quem dorme sonha, quem vive realiza e eu elevo o nível
    Do Imprevisível

    Desculpe minha lombra
    Minha lombra
    Foda-se a insônia
    Insônia
    Pois quem dorme sonha, quem vive realiza e eu elevo o nível
    Do Imprevisível

    Estúpido até posso ser
    Mas pra ser bem sincero
    Não sei o que “cê” acha
    Mais sei bem o que quero
    Vou atrás do que importa outra parte eu espero
    Hoje ganho o mundo e depois um V12 amarelo
    Viva seu sonho e foda-se a insônia
    A gente aprende, a gente apanha
    Banco de trás é babilônia
    Mais um residente dessa longa vida cigana
    Caraí!
    Partiu "pro" dia seguinte
    Vai desculpando minha lombra
    De um insano fim de semana
    Carreta atribulada, a firma muda de cena
    Incerto de perder no jogo, quando no amor já se ganha

    Se o banco de trás virar rave
    Se já repeti várias vezes esse som
    Daqui pras quatro é louça, janela vai tremer na rua toda

    Desculpe minha lombra
    Uooh
    Foda-se a insônia
    Uooh
    Pois quem dorme sonha, quem vive realiza e eu elevo o nível
    Do Imprevisível

    Desculpe minha lombra
    Minha lombra
    Foda-se a insônia
    Insônia
    Pois quem dorme sonha, quem vive realiza e eu elevo o nível
    Do Imprevisível

    Letra enviada por Playlists Do Vagalume
    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Tribo da Periferia

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.