Página inicial > MPB > T > Toquinho > acuarela > Tradução

Acuarela (tradução)

Toquinho


Aquarela


Nos mapas do céu

O sol sempre é amarelo

E a chuva e as nuvens

Não podem ofuscar tanto brilho

Nem as árvores podem esconder o caminho

De sua luz, fazia-se o bosque

Profundo do nosso destino


Essa grama tão verde parece uma grande manta

Que não pode escapar

Que não se pode alcançar, só voando


Sete mares eu naveguei

Sete mares azuis

Eu sou o navio, vou navegando

E a minha vela era você...


Sob a água eu vejo cores

Que vão para onde quiserem, você não manda nelas


No céu vai cruzando

No céu de cor azul

Um avião que voa alto

A dez mil metros de altitude

Desde a terra, todos o saúdam com as mãos, ele vai subindo

Não sei para onde vai

Não sei para onde vai...


Sobre algumas ruas

Cruzando uma paisagem que parece um sonho

Em um trem que me leva de volta à época em que eu era menino

De uma América à outra

Só numa questão de segundos

Basta ter desejo

E pode-se percorrer todo o mundo...


Um garoto que sobe

Que sobe até o topo de um muro

Se se sentir seguro

Verá seu futuro com claridade


E o futuro é um navio

Que voa pelo tempo

Até Saturno, e depois, Marte

Ninguém sabe até onde chegará

Se você os vir vindo

Se os amores te traem, não roubam sem perguntar


Aproveite os melhores que depois não voltarão


A esperança não se perde jamais, os maus tempos passaram

Pense que o futuro é uma aquarela, e a sua vida, um pincel

Que colore, que colore...


Nos mapas do céu

O sol sempre é amarelo

(Você colorirá)

E a chuva e as nuvens não podem ofuscar tanto brilho

(Você colorirá)

Basta ter desejo

E pode-se percorrer o mundo todo

(Você colorirá)



Acuarela


En los mapas del cielo,

el sol siempre es amarillo

y la lluvia o las nubes

no pueden velar tanto brillo

ni los árboles nunca podrán ocultar el camino,

de su luz hacia el bosque

profundo de nuestro destino.


Esa hierba tan verde, se ve como un manto lejano,

que no puede escapar,

que se puede alcanzar, solo con volar.


Siete mares he surcado,

siete mares color azul,

yo soy nave, voy navegando,

y mi vela eres tú...


Bajo el agua veo peces de colores,

van donde quieren, no los mandas tú...


Por el cielo, va cruzando,

por el cielo color azul,

un avión que vuela alto,

diez mil metros de altitud,

desde tierra lo saludan con las manos, se va alejando,

no se dónde va,

no se dónde va...


Sobre un tramo de vía,

cruzando un paisaje de ensueño,

en un tren que me lleva de nuevo a ser muy pequeño,

de una América a otra,

tan sólo es cuestión de un segundo,

basta con desearlo

y podrá recorrer todo el mundo...


Un muchacho que trepa,

que trepa a lo alto de un muro,

si se siente seguro,

verá su futuro con claridad...


Y el futuro, es una nave,

que por el tiempo volará,

a Saturno, después de Marte,

nadie sabe dónde llegará,

si los ves venir,

si te trae amores, no te los roben sin apurar.


Aprovecha, los mejores, que después no volverán.


La esperanza, jamás se pierde, los malos tiempos

pasarán,

piensa que el futuro es una acuarela y tu vida un

lienzo,

que colorear, que colorear...


En los mapas del cielo

el sol siempre es amarillo

(tú lo pintarás)

y la lluvia o las nubes no pueden velar tanto brillo

(tú lo pintarás)

basta con desearlo

y podrás recorrer todo el mundo

(tú lo pintarás)

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS