Cobertor

Tony e Bryan


Eu vou tentando só te entender
Dez anos, mais um tanto
Agora é só você no seu canto, já foi bem melhor

E os finais de semana no calor da nossa cama eu nunca fiquei só
Eu nunca fiquei só, não que eu me lembre, eu nunca fiquei só

E pra mim que a gente tava bem
Por conta das risadas na cozinha, na sacada, na sala de estar
Por tantas gargalhadas construindo a nossa casa
Eu pude nem pensar
Eu pude nem pensar que a temperatura ia baixar

E sem você não vou saber viver, eu quero
Preciso entender
Onde o erro começou e te provar que sou o teu calor

Desliga o celular
Olha pra mim
Me dá um pouco de atenção antes que eu vá dormir
Só eu o travesseiro e a solidão
E o frio, o corpo sempre do meu lado
E o pensamento em outra dimensão

Mas quando acordar vai ver
O quanto eu faço falta longe de você
Que me deseja e ainda você vai dizer
Vai me pedir pra que eu seja o seu cobertor
Pra que eu te cubra por favor

E sem você não vou saber viver, eu quero
Preciso entender
Onde o erro começou e te provar que sou o teu calor

Desliga o celular
Olha pra mim
Me dá um pouco de atenção antes que eu vá dormir
Só eu o travesseiro e a solidão
E o frio, o corpo sempre do meu lado
E o pensamento em outra dimensão
Mas quando acordar vai ver
O quanto eu faço falta longe de você
Que me deseja e ainda você vai dizer
Vai me pedir pra que eu seja o seu cobertor
Pra que eu te cubra por favor


Pra que eu te cubra por favor

Letra enviada por Glauber Duarte

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Tony e Bryan no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS