Tonico e Tinoco

Sorte Tirana

Tonico e Tinoco


Eu resorvi um dia bem cedinho
E arriei a potranca ruana
Botei a roupa na mala de viage
E disse adeus ao pago de Santana

Mas de cruzada cheguei um instante
Foi na estância da linda serrana
Eu vô partí, querida não chore
Pois minha sorte tem sido tirana

Dei um adeus e deixei o Rio Grande
A trotesito pela parte plana
Cruzei o estado e Santa Catarina
Parei no sítio do José Viana

Encontrei uma linda moça
E o namoro durou uma semana
Eu perguntei de onde ela era
Disse, gaúcho sou curitibana

Me despedi daquela linda moça
E parti para a sorocabana
Enfrentando os trabaio da vida
Porque a vida quase sempre engana

Deixei São Paulo e foi pra Goiás
Gostei demais da capitár goiana
Sem podê esquecê o amor
Da gauchinha, minha conterrânea

Foi pro interior capatazeá uma estância
Sou bem feliz, moro numa choupana
Na economia já sou meio sócio
Já vejo a sorte que pra mim abana

Já destinei quando melhorar mais
Vou ao Rio Grande buscar minha Ana
Pra completar a felicidade
Farta você, gauchinha serrana

Composição: Teixeirinha

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Tonico e Tinoco no Vagalume.FM

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS