Tonico e Tinoco
Página inicial > Sertanejo > T > Tonico e Tinoco > Saudade da Estância

Saudade da Estância

Tonico e Tinoco


(Adeus estância da mocidade
Não fosse distância meu bem querê
Não tinha saudade)

Da minha querência eu vivi saudoso
Revejo a coxilha em sonho ditoso
Parece que escuto o ponteiro garboso
O grito do aboio ao meu boi Barroso

(Adeus estância da mocidade
Não fosse distância meu bem querê
Não tinha saudade)

Nem tudo na vida a gente adivinha
Não dei importância na sorte que eu tinha
Fui rei lá na estância, não quis ter rainha
E disse um adeus para a gauchinha

(Adeus estância da mocidade
Não fosse distância meu bem querê
Não tinha saudade)

Fiz pouco dos guascas e amigos de infância
Troquei a bombacha por farsa elegância
No entanto o castigo da minha arrogância
É a dor que se chama saudade da estância

(Adeus estância da mocidade
Não fosse distância meu bem querê
Não tinha saudade)

(Adeus estância da mocidade
Não fosse distância meu bem querê
Não tinha saudade)

Composição: Capitão Furtado, Frontalini

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Tonico e Tinoco no Vagalume.FM

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS