Tonico e Tinoco

Rei do Volante

Tonico e Tinoco


Eu sou motorista que vivo lutando
Enfrento o volante a quase dez ano
Não tenho parada, tô sempre rodando
Faço viage longa e alegre cantando

Sou bom motorista, um caboclo forte
Conheço o Brasil, vô de sul a norte
Rodando na estrada da vida e da morte
Com meu caminhão fazendo transporte

Conserto na estrada os carro quebrado
Socorro os colega que está acidentado
Eu viajo sempre com Deus a meu lado
Para o bão caminho Ele tem guiado

Quando a estrada é boa aproveito a corrida
Eu passo a segunda quando é na subida
Se a rampa é braba passo a reduzida
Tenho fé no breque quando é na descida

No dia de chuva forma temporá
Eu fecho a vidraça e deixo rodá
Chuva e tempestade não me faz pará
Pois eu só viajo na estrada oficiá

Com meu caminhão eu não facilito
Nas estrada ruim, lugar esquisito
O silencioso que ronca bonito
Piso na sereia só pra ver o grito

O patrão me estima e dá garantia
Sou de confiança, viajo noite e dia
Em toda a cidade que tem freguesia
Eu faço a entrega da mercadoria

Em todo negócio eu sou muito franco
Arrecebo em cheque, desconto no banco
Encho o porta luva de dinheiro e tranco
E vorto na empresa no primeiro arranco

Composição: Paiozinho, Zé Tapera, Pedro Silvio

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Tonico e Tinoco no Vagalume.FM

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS