Tonico e Tinoco

Penacho

Tonico e Tinoco


Comprei um burro atordio
Pus o nome de Penacho
Com sete parmo de artura
A crina dele faz cacho

Comprei todo arreamento
E mandei fazê um bombacho
Quando eu saio no meu burro
Coração duro eu não acho

Chapéu quebrado na testa
Na garupa guampa e laço
Trinta e oito na cintura
Um par de espora de aço

Sou caboclo arrespeitado
Dinheiro carrego ao maço
Deixo coração magoado
No lugar aonde eu passo

Eu compro boiada e vendo
Gosto da lapa de um laço
Cuiabano pegado
Nesse eu dô pealo por baixo

Eu me chamo Tira Cisma
E quarqué serviço eu faço
Nas hora que eu tô mais triste
Na viola eu me desfarço

Viajei pra Mato Grosso
Só cheguei no mês de março
No campo procuro ataio
Mas quase que eu me embaraço

Uma onça perigosa
No burro quis dá um abraço
No atravessá a restinga
Numa tarde de mormaço

Nessa hora eu vi perdido
Rodei de cima do macho
Puxei depressa o revórve
Estourei quatro balaço

A onça deu um gemido
E morreu sem dar um passo
Arrisquei a minha vida
Mas sarvei o meu Penacho

Composição: Tonico, Isaltino G. Paula

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Tonico e Tinoco no Vagalume.FM

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS