Tonico e Tinoco
Página inicial > Sertanejo > T > Tonico e Tinoco > Parada dos Tropeiros

Parada dos Tropeiros

Tonico e Tinoco


Alembro do meu passado
Que já vai muito distante
O pai era tropeiro
Eu era seu ajudante

A festança na pousada
Não esqueço um instante
A tropa parou na estrada
E o progresso seguiu pra diante

Tropeiro e boiadeiro
Mudaro de profissão
Transporte de boiada
É nos possante caminhão

A rodovia asfartada
Atravessa o sertão
O posto de gasolina
Sempre foi pousada do peão

Progresso brasileiro
Deixou a recordação
Tropeiro e boiadeiro
Atravessava o sertão

Abrindo trio e picada
Formando povoação
Aonde passa o asfarto
Sempre tem o rastro de peão

A lembrança tropeira
No meu coração guardado
o laço e a chinchadeira
Na garupa do bragado

A batida da porteira
No caminho do passado
A image do véio pai
Vejo galopando sempre a meu lado

Composição: Tonico, Tinoco, Hilde Moreira

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Tonico e Tinoco no Vagalume.FM

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS