Tonico e Tinoco
PĂĄgina inicial > Sertanejo > T > Tonico e Tinoco > Filho de Carpinteiro

Filho de Carpinteiro

Tonico e Tinoco

Recordação Sertaneja


Era um pobre carpinteiro
Mar vivia do dinheiro
Que lhe dava a construção
Tinha um filho jornaleiro
Labutando o dia inteiro
Ajudava o ganha pĂŁo

Menino grita:

Jornaleiro
Olha o jornaleiro
jornaleiro

Quando amanhece o dia
O coitadinho saĂ­a
Com o frio da madrugada
Anunciando a novidade
Do sertĂŁo e da cidade
Gritando pela carçada

Jornaleiro
Olha o jornaleiro
jornaleiro

Quem via aquele menino
Magrinho bem pequenino
PĂ© no chĂŁo esfarrapado
O povo sempre ajudava
Seu jornais tudo comprava
Do pobrezinho, coitado

Declamado:
Uma tarde de setembro triste fato acontecia
Um pobre homem coitado a sua vida perdia
Do Ășltimo andar de um prĂ©dio um carpinteiro caia
Jornais tudo anunciava a notĂ­cia no outro dia

Jornaleiro
Olha o jornaleiro
jornaleiro

Pobrezinho jornaleiro
Anunciando o dia inteiro
Sem destino lĂĄ se vai
Sua lĂĄgrima rolava
Quando em vois arta gritava
A morte do prĂłprio pai.

Jornaleiro
Olha o jornaleiro
jornaleiro
Olha o jornaleiro

By: Luiz Fernando - Rib. Preto

Composição: Tonico - Zé Paioça

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta mĂșsica

Ouça estaçÔes relacionadas a Tonico e Tinoco no Vagalume.FM

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS