Tonico e Tinoco

Festa do Baiano

Tonico e Tinoco


Foi chamado pruma festa
Isto foi no fim do ano
Na fazenda Cachoeira
LĂĄ na casa de um baiano

Eu levei minha viola
Afinada no Goiano
E com cinco moda nova
Pra estrada exprimentamo

Eu levei meu cumpanheiro
Ajudante de firmeza
Que a festa era tĂŁo boa
NĂłs cantava na certeza

Foi convidado por carta
Na maior delicadeza
Que o baiano garantia
De pagĂĄ nossa despeza

NĂłs cheguemo lĂĄ na festa
Era cinco hora da tarde
A fazenda do baiano
Parecia uma cidade

Enfeitada de bandeira
De diversas qualidade
Eu disse pro cumpanheiro
Isto vai deixĂĄ saudade

Logo veio a baianinha
Veio para esclarecĂȘ
Nesta sala tem o baile
Pra dançå intĂ© amanhecĂȘ

Naquela sala do meio
ForgazĂŁo cateretĂȘ
VocĂȘs sobe lĂĄ pra cima
E vai cantĂĄ pro vĂ©io vĂȘ

Eu disse pra baianinha
Isto foi na mesma hora
Eu cantando a cinco moda
Me despeço e vou simbora

Na hora da despedida
É que a baianinha chora
SĂŽ caboclo arresorvido
Digo adeus e vĂŽ simbora

Composição: Tinoco, Sertãozinho

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta mĂșsica

Ouça estaçÔes relacionadas a Tonico e Tinoco no Vagalume.FM

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS