Tonico e Tinoco
Página inicial > Sertanejo > T > Tonico e Tinoco > Destino de Caboclo

Destino de Caboclo

Tonico e Tinoco

Nossas Primeiras Gravações


O galo anunciou o dia,
Enciei meu alazão
Perparei o vidrado,
Garrucha no cinturão
E saí no galopiado
No meio da escuridão
Viajei umas cinco légua
Pra chegá lá em rincão.

Eu casava nesse dia,
C'a Ritinha Conceição.
Ela vortava comigo
Na garupa do alazão.
Em frente da casa dela
Tive uma desilusão,
Ritinha tava beijando
Outro home no portão.

O meu sangue inté gelou de vê
aquela traição
Dei um tiro no infeliz,
Que morto caiu no chão.
Ritinha veio e me disse:
Vancê matô meu irmão.

Esse destino crué estraçavó
meu coração
Ritinha também morreu
Do desgosto do irmão
Eu fiquei seis longos anos
Nas grades de uma prisão.

Hoje eu vivo só no mundo,
Sem amigo,sem irmão.
Eu vivo triste chorando
Da triste recordação,
Por tudo sô desprezado,
Não mereço compaixão.
Eu vendi o meu ranchinho,
Vendi toda a prantação,
E fiz uma capelinha,
Pra rezá prôs dois irmão.

Composição: Tonico & Ado Benatti

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Tonico e Tinoco no Vagalume.FM

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS