Tonico e Tinoco

Castigo

Tonico e Tinoco


Nesses verso eu vô contá
Mas é a história de um ricaço
Que apesar de ser bem rico
Também teve o seu fracasso

Quando um pobre ia pedí
Lá no seu portão de aço
Respondia, hoje não tenho
Ai, ai, ai, ai
Lá de dentro do terraço

Sendo ele um home rico
Nunca, nunca fez o bem
Ele nunca deu esmola
E nem pousada pra ninguém

O castigo nunca farta
Mesmo tarde sempre vem
Sua vida se arruinô
Ai, ai, ai, ai
Foi na miséria também

E vivia pela rua
Tudo sujo esfarrapado
Parecia um cão sem dono
Por esse mundo jogado

E morreu de fome e frio
Pagô caro os seus pecado
E morreu sem um socorro
Ai, ai, ai, ai
Ele foi bem castigado

Hoje tá no cemitério
Num buraco bem profundo
Lá bem longe dos ricaço
Numa quadra lá no fundo

E na campa escrevero
Quem tá aqui é um vagabundo
Que morreu e já foi tarde
Ai, ai, ai, ai
Não faz farta para o mundo

Composição: Tonico, Arlindo Pinto

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Tonico e Tinoco no Vagalume.FM

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS