Tonico e Tinoco

Carro de Boi

Tonico e Tinoco

Warner 25 Anos: Tonico e Tinoco


Meu véio carro de boi
Pouco a pouco apodreceno
Na chuca sor e sereno
Sozinho aqui desprezado
Hoje ninguém mais se alembra
Que ocĂȘ abria picada
Abrindo novas estrada
Formano vila e povoado

Meu véio carro de boi
Trabaiaste tantos ano
O progresso comandano
No transporte do sertĂŁo
Hoje é um traste véio
Apodreceu no relento
No museu do esquecimento
Na consciĂȘncia do patrĂŁo

Meu véio carro de boi
A sua cantiga amarga
No peso bruto da carga
O seu botĂŁo rigidĂŽ
Meu véio carro de boi
Quantas coisa ocĂȘ retrata
A estrada e a verde mata
E o tempo do meu amor

Meu véio carro de boi
É o fim da estrada comprida
Puxando a carga da vida
A mais pesada bagage
E abraçando ocabeçaio
O nome dos boi dizeno
O carreiro foi morreno
Chegou no fim da viage

Honorio - Rio Claro/SP
rehonsi@vivax.com.br

Composição: Tonico E Tinoco

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta mĂșsica

Ouça estaçÔes relacionadas a Tonico e Tinoco no Vagalume.FM

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS