Exemplo De Humildade

Tião Carreiro e Pardinho

Tião Carreiro & Pardinho - Vol. 3


Eu entrei num restaurante pra tomar uma cerveja
Quando um tipo que andeja encostou-se no balcão
Apesar de maltrapilho pareceu-me inteligente
E pediu humildemente uma batida de limão

Mas eu tive uma surpresa no copeiro mal criado
Quis dinheiro adiantado para depois atender
E o rapaz interiorano dando provas de humildade
Satisfez uma vontade absurda no meu ver

O patrão que estava perto deu razão ao empregado
Cabisbaixo e humilhado o mendigo se serviu
Demonstrando crueldade o dono do restaurante
De maneira arrogante resmungando prosseguiu

Eu de fato me aborreço com freguês pés de chinelo
E pegando um parabelo exibiu depois guardou
E o rapaz de olhar manso nada disse mas sentiu
Outra dose ele pediu mas primeiro ele pagou

Trinta dois dias de viagem é uma longa caminhada
Aparecida do norte era o fim dessa jornada
Nessa altura no recinto havia bastante gente
Com pena do indigente que muito calmo falou
Se eu estou sujo e rasgado é de tanto caminhar
Pois eu preciso pagar alguém que me ajudou

Eu vi minha mãe doente de um mal quase sem cura
E com essa desventura pressenti a fria morte
Então a Deus fiz um pedido e o milagre foi tão lindo
E é por isso que vou indo à aparecida do norte

Concluindo essas palavras deixou bem claro a lição
Para os dois deu um cartão com as suas iniciais
Sou um forte criador de gado raça holandesa
Alem de outras riquezas que tenho em Minas Gerais

Pelo meu tipo de andante eu aqui fui maltratado
Mas eu fico obrigado pela falta de atenção
Os senhores desta casa não souberam me atender
Quando deveriam ter um pouco mais de educação

Compositor: Dino Franco/Tião Carreiro

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Tião Carreiro e Pardinho no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS