Tiago Iorc

Fuzuê

Tiago Iorc

Acústico MTV


Sempre senti
Alguma coisa por ti
Mas cê não vale nada
Cê não vale nada

Chega pra mim
Não diz que não, nem que sim
E fica tudo nesse nada
Nessa bolinada

Você
Não é de se jogar fora
Perco fácil meia hora
Na tua lábia
Na tua cama
Na cara sacana
Que me diz
Que não me pode bem agora
Noutro momento, sem demora
Quando o mundo me adorar
Você volta se arrastando

E quando penso
Que eu não quero nunca mais te ver
Vem você me aparece
Cheia de querer
Chega e beija minha boca
Faz um fuzuê
Vem e tira minha roupa
Toda pra me ter
Ora fica, ora solta
Ora, vem me ver!
Sei que cê não vale nada
Mas só quero você

Sempre senti
Alguma coisa por ti
Mas eu não valho nada
Eu não valho nada, não

Olha pra mim
Veja como estou feliz
Mas vaidade é cilada
Vaidade é cilada

Se você vem eu pulo fora
Se não te ligo, vem na hora
Sente o cheiro da minha cama
Sabe da minha fama
E bem me quis
Mas não te quero bem agora
Noutro momento, na piora
Quando o mundo se acabar
Volto manso, me arrastando

E quando penso
Que eu não quero nunca mais te ver
Vem você me aparece
Cheia de querer
Chega e beija minha boca
Faz um fuzuê
Vem e tira minha roupa
Toda pra me ter
Ora fica, ora solta
Ora, vem me ver!
Sei que cê não vale nada
Mas só quero você

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Tiago Iorc no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS