Aura (tradução)

The Church


Aura


Todos nós voltamos da guerra

Gostaria que alguém me diga o placar

Nós arrecadou velho Poseidon nos

carvões sacudiu a conchas, raspou seus cardumes

Onde um soldado corrigir-se de uma bebida

esquecer o barulho, esqueça o mau cheiro

E o ópio está funcionando Causa muito baixos '

quando a dor volta, eu não quero saber

Do outro lado do oceano ali os nativos são ferozes

Seus ouvidos são preenchidos os dentes são perfurados

Mas não é as suas lanças que derramam o fôlego

Eles matam seus inimigos, amando-os à morte


Nós estávamos em algum campo de batalha

senti algo suave atravessar meu escudo

eu senti algo quente entrar minhas entranhas

eu estava sangrando muito, mas não houve cortes

Eles capturaram três de nós, nos levou de volta à sua aldeia

Depois de um longo tempo eu poderia decifrar sua linguagem

Eles adoravam Baal, eles adoravam o sol

Eles adoravam o filho do maligno


Eles eram mais do que voraz, que sugou a nossa ambição

Eles deixe-me ir com uma condição

Isso foi quando eu voltei à minha terra natal

vos digo que eles não querem jogar mais com a gente

Mas uma parte de mim nunca será livre

E a parte que está livre nunca será me

Mas uma coisa do amor e da beleza está na minha cabeça

A mensagem dos meus inimigos, e aqui está o que eles disseram


Eles disseram que o amor odeio

E a morte destino

Um inimigo sempre um adorador

flora Mas padre aura

E a vida tempo

E o tempo espaço

E espaço sublime

E humano corrida

Ah, e mulher homem

E pot pan

A fauna deve igualar as

flora Mas padre aura

E início ao fim

O fim sempre início

Mas reta dobrado

A mente às vezes

o coração E você me

A terra mar

Richer pobre

E padre aura



Aura


We all came back from the war

I wish somebody would tell me the score

We raked old Poseidon over the coals

Shook his shells, shaved his shoals

Where can a soldier fix himself a drink

Forget the noise, forget the stink

And the opium is running pretty low

'Cause when the pain comes back, I don't want to know

Across yonder ocean the natives are fierce

Their ears are filled their teeth are pierced

But it's not their spears that spill your breath

They kill their enemies by loving them to death


We were on some battlefield

I felt something soft go through my shield

I felt something warm enter my guts

I was bleeding bad but there were no cuts

They captured three of us, took us back to their village

After a long long time I could decipher their language

They worshipped Baal, they worshipped the sun

They worshipped the son of the evil one


They were more than voracious, they sucked our ambition

They let me go on one condition

That was when I came back to my native shore

I tell you they don't want to play with us anymore

But a part of me will never be free

And the part that's free will never be me

But a thing of love and beauty is in my head

A message from my enemies, and here's what they said


They said that love = hate

And death = fate

An enemy always = an adorer

But priest = aura

And life = time

And time = space

And space = sublime

And human = race

Oh and woman = man

And pot = pan

The fauna ought to equal the flora

But priest = aura

And beginning = the end

The end always = the start

But straight = bent

The mind sometimes = the heart

And you = me

The land = the sea

Richer = poorer

And priest = aura



Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS