Metrópole

Terno Rei


Estou encurralado pelo seu calor
Atormentado pela sua dor
E encantado por não ter que ser quem eu sou, serei quem não sou

E as esquinas, dão o compasso em ruas e avenidas
Por vezes choram, por vezes trucidam
Mas quando gritam nada sobra, nem roda de bamba
E o stress contamina

Passa um instante e o sinais se abrem
Nessa cidade, outra metade ainda está por vir
Tranquilidade, no fim do ano a gente foge daqui

E amor, eu sinto muito pois me decidi
Vou pra outro canto e já arrumei as malas
No meu caminho não vai ter
Pilantra, cilada, tragédia anunciada

Vou procurar um melhor abrigo
Onde eu possa
Exercitar o meu compromisso
Felicidade não se encontra por aqui
E na verdade
Eu não confio nos sinais
Nem nas metades
Por isso eu decidi partir

Passa um instante e o sinais se abrem
Nessa cidade, outra metade ainda está por vir
Tranquilidade, no fim do ano a gente foge daqui

Compositor: Ale Sampaio

Letra enviada por Terno Rei

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Terno Rei no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS