Circulares

Terno Rei


Não há um lado bom, outro ruim não
Como nos filmes e nos planos
E é sempre um oceano entre o sim e o não
Todos tontos
Para o mesmo lado
Com o mesmo barco
Em movimentos simultâneos circulares

Não há um lado bom, outro ruim não
Tudo muda tanto e fica igual
Não sei se temos tempo para conversar
Pois preciso
Para o outro lado, para o mundo raso
Para o outro lado, para o mundo raso
Em movimentos simultâneos circulares
Em movimentos simultâneos circulares

Letra enviada por João Adolfo

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Terno Rei no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS