Página inicial > Rap > T > Terceira Safra > Seja o Que Você Quiser

Seja o Que Você Quiser

Terceira Safra


Mesmo que o mundo diga não se entregar
Não tá em questão
Foco e força na missão poe fé e o coração
Seu riso não calarão
A luta nunca é em vão, há sempre uma solução
Seja o que você quiser (o que você quiser)
Seja o que você quiser (o que você quiser)
Seja o que você quiser (o que você quiser)
Seja o que você quiser, er, er, er

Seja bem vindo à arena vai
Seu drama é o mundo quem faz
E os corações sequelado é capaz, é só você e seus ideais
Através da história, memória, agoniza
Implora a guerra é agora
Se revigora é a hora que eu ja cansei de ser escória
Se entendeu... que não passamos de gado marcado
Deniard favelado é o mais barato do mercado
Senzala moderna me vejo naquela
Ser Malcolm, Mandela, testa
Coração de favela completa, não derrete na terra, congela
Quanto pranto, quantos anos no Brasil estão presente
Ser feliz não é se moldar na sociedade doente
Eu sou livre pra pensar, então sou quem eu quero
Hardcall revolução é retornando a estaca zero

O gueto é genitor de vítima e luta armada
E futuros pensadores tão em prol da causa errada
Me olharam na vertical, no chão como animal
eu olhei na horizontal e provei a minha moral
Então foda-se... se tão impondo mil regras
Padrões, o coração suas emoções, na luz há anjos e vilões
Miséria é o berço de mentes ingênuas
De falso controle, inimigo
Escolhe o sonho, estuda, o trabalho, doença, até o jazigo
É bom pra quem? mais segurança
Mais polícia, mais celas, se o braço armado do boy
Só tira algema favela
Nem o moralismo do mundo desvia o caminho da trilha
é algo dentro de si mesmo que define sua vida

Mesmo que o mundo diga não se entregar
não tá em questão
Foco e força na missão poe fé e o coração
seu riso não calarão
A luta nunca é em vão, há sempre uma solução
Seja o que você quiser (o que você quiser)
Seja o que você quiser (o que você quiser)
Seja o que você quiser (o que você quiser)
Seja o que você quiser, er, er, er

Ja fomos produto, escravo, preso
Luto, caça, preço, junto a raça é peso
o tempo passa e o drama é o mesmo
Traz a taça, sobe ao pódio, pelo amor
Pelo ódio, pelo sangue, pela cor, pela honra e pela dor
É sim ou claro, eu quero, eu posso, eu faço, não espero
Foco é parça, é vero, se um verme atrasa eu me supero
Opero o plano, a meta é o topo, foda-se suas leis
cês deram pouco e nós ta pouco ligando prôces
Preto ou branco, feio ou belo, dane-se, sou eu
Além dos flanco eu sou o que quero e o problema é só meu
Vivendo pro meu progresso acima
de tudo pro meu sucesso
Não planta muda, enfim
Se o mundo não muda, eu mudo meu mundo assim
Visto como um zumbie, vamos lá zombe
amante, dessa metamorfose ambulante
em ação, alma, corpo e coração
Com a mesma cor de sangue
visto como aberração, negação
Gênio perturbado, era o problema na aula
indomável fera, selvagem demais pra uma jaula
Gigante demais tu fica se escondendo
com medo de tudo, medo de todos
a vida me deu veneno contra esses tolos
Sigo sem medo pela trilha estreita
corpo cansado, vermes à espreita eu sei
foi eu que quis assim pois tenho fé
que o mundo é seu... Seja o que você quiser

Mesmo que o mundo diga não se entregar
não tá em questão
Foco e força na missão poe fé e o coração
seu riso não calarão
A luta nunca é em vão, há sempre uma solução
Seja o que você quiser (o que você quiser)
Seja o que você quiser (o que você quiser)
Seja o que você quiser (o que você quiser)
Seja o que você quiser, er, er, er

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Terceira Safra no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS