Página inicial > Regional > T > Teixeirinha > Velha Guarda

Velha Guarda

Teixeirinha


Não apedrejem aquele homem
Que está sentado na calçada
Já foi feliz na sua vida
Hoje sofre sem dizer nada
Ele foi um grande artista
Fez plateias dar gargalhadas
Agora é o velho mendigo
Seu cartaz não valeu de nada

Esta é a triste história
Do velho artista de valor
Já foi feliz na sua vida
Já gargalhou junto ao seu amor
Mas a velhice que nunca tarda
Veio roubar sua mocidade
Hoje é o velho mendigo
Perambulando pela cidade

(Velho mendigo medita
Os tempos idos passados
Ao ver os dias quase findo
Só resta os olhos molhados
E nesta gota de lágrima
Que banha um rosto tristonho
Adeus
Adeus velha guarda
Tudo passou como um sonho

Letra enviada por Leandro Saueia

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Teixeirinha no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS