Página inicial > Regional > T > Teixeirinha > Um Mundo de Amor

Um Mundo de Amor

Teixeirinha


Que bom se eu pudesse um dia
Levar alegria pra quem tem tristeza
Que se eu fosse mais que os nobres
Pra levar aos pobres o pão sobre a mesa
Quem bom seu pudesse sair
Fazer o surdo ouvir e mudo falar
Que bom se eu pudesse fazer
O paralítico andar e correr
E o bom ceguinho eu fizesse enxergar

Eu não queria ser Cristo Senhor
Nem eu o cantor que vive de canções
Eu simplesmente só queria ser
Um homem qualquer que tivesse o poder
Pra dar alegria a tantos corações

Que bom se eu pudesse agora
Para as mães que choram
Buscar seu filho amado
Que bom se eu pudesse acalmar
A viúva a chorar, o esposo sepultado
Que bom se eu pudesse a amante
Curar num instante seu coração da dor
Se eu pudesse os enfermos curar
E as guerras pudesse acabar
E fazer do mundo um mundo de amor

Que bom se eu pudesse ao ladrão
Lhe tornar cidadão de roubar ele deixasse
Que bom se eu tornasse o bandido
Num bom pai, bom marido
Da prisão eu lhe soltasse
Que bom se ao ébrio eu pudesse
E ele viesse do álcool deixar
Que bom que seria e que prazer profundo
Se eu pudesse dar paz a esse mundo
Para todos crescer, viver e amar

Letra enviada por Leandro Saueia

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Teixeirinha no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS