Página inicial > Regional > T > Teixeirinha > Milonga da Fronteira

Milonga da Fronteira

Teixeirinha


Atravessei a fronteira por eu ser bom violeiro
Conhecer mais um pedaço do meu torrão brasileiro
Na costa do Uruguai fiz milonga no terreiro
E uma fronterista linda me chamou de milongueiro

Respondi pra fronterista não sou milongueiro não
Eu só toco esta milonga que eu fiz de imprevensão
Só pra ver se eu conquisto o seu meigo coração

Ela foi me respondeu poeta sim és cantador
Eu também sou milongueira no violão tenho valor
Vamos fazer um desafio ganhando és merecedor
E se tocar mais do que eu será teu o meu amor

Ela pegou o violão tocou sem acanhamento
A primeira e a segunda eu fiz acompanhamento
Mas, depois perdi pra ela e fiquei no sofrimento

Mas, depois daquela prova por acaso aconteceu
Pra dobrar com a fronterista outro violeiro apareceu
Isto na primeira prova a fronterista perdeu
Hoje ele vive com ela e quem está sofrendo sou eu

Adeus fronterista linda magoaste meu coração
Nunca mais toquei milonga no plangente violão
Pois a milonga só trouxe para mim desilusão

por nelson de campos

Letra enviada por nelson de campos

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Teixeirinha no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS