Página inicial > Regional > T > Tchê Barbaridade > Até Onde os Pila Der

Até Onde os Pila Der

Tchê Barbaridade


Bato os pelegos, pois pode ter muquirana
Pois já faz mais de semana, eu não tiro os pés do chão
Hoje contente que chegou o fim da lida
De guaiaca bem enchida, vou alegrar o coração
Eu tomo uns tragos pra sair a meio toso
Meu pingo zaino fogoso que há muito me acompanha
Mais faceiro que égua com dois potrilhos
Faço trono do lombilho e pra fiambre pão com banha

[x2]
E dá-lhe canha que essa gaita me assanha
"Vamo" até segunda-feira no entreveiro das "mulhé"
Roda a guaiaca e enquanto tiver pataca
Pra isso minha carne é fraca, fico até onde os pila der

Me vou pro bolo pra bailar no "casterio"
Danço rancheira e bugio pra sacudir na sala
Se por acaso me agradar de alguma tchanga
Ja convido essa camanga pra acertar par com meu pala

E assim me agacho
Sou índio de cara feia que não gosta de peleia
Mas não guardo desaforo
Lido no campo, faço doma e alambrado
Fim de semana e feriado, saio a campear namoro

[x2]
E dá-lhe canha que essa gaita me assanha
"Vamo" até segunda-feira no entreveiro das "mulhé"
Roda a guaiaca e enquanto tiver pataca
Pra isso minha carne é fraca, fico até onde os pila der

[x2]
E dá-lhe canha que essa gaita me assanha
"Vamo" até segunda-feira no entreveiro das "mulhé"
Roda a guaiaca e enquanto tiver pataca
Pra isso minha carne é fraca, fico até onde os pila der

Letra enviada por Maicon Douglas Kanoff

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Tchê Barbaridade no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS