Página inicial > Rap > T > Tássia Reis > Dollar Euro (Part. Monna Brutal)

Dollar Euro (part. Monna Brutal)

Tássia Reis

Próspera


Me dão parabéns mas querem meu fim
Querem meus bens, me querem refém
E eu só quero meu gin
Bebendo meu drink, ouço Goldlink
penso bem assim
Linkando as quebras por onde eu passei com as de onde eu vim

Não aguentam com as pretas que trampam e fazem din din
Só pensam que minas como eu são para servir
Quem?

Cada uma que eu já ouvi
Nesses 29 que eu já vivi, baby
Cada porre que eu já bebi
E de bacardi, estilo Cardi B
Cada uma que eu já ouvi
Nesses 29 que eu já vivi, baby
Cada corre que eu vim, e vi e venci
Ouço conversa sobre bitcoins
Minha mente diz, bitch corre
Só o 50 resgatou milhões
Eu garantindo uns mil, já é mata ou morre
Dólar, dólar, euro, euro, euro
Eu vou fazer dinheiro com aplicações
Ora ora, olha que maneiro, se o gueto
inteiro receber milhões
Dólar, dólar, euro, euro, euro
Pra buscar equipo e equipar a tour
Bora bora, que eu nem tenho tempo
Se eu puder dormir, já é mó glamour
Uh

Cada uma que eu já ouvi
Nesses 29 que eu já vivi, baby
Cada porre que eu já bebi
E de bacardi, estilo Cardi B
Cada uma que eu já ouvi
Nesses 29 que eu já vivi, baby
Cada corre que eu vim, e vi e venci

Garota você é famosa
Só anda toda blimblim
Você apareceu foi da nada
Queria que fosse tão fácil pra mim
Só pode tá milionária
Quando pobre não era assim
Só veste umas roupa bolada
Umas rrucas ousada
Dá uma pra mim?
Quem?

Cada uma que eu já ouvi
Nesses 29 que eu já vivi, baby
Cada porre que eu já bebi
E de bacardi, estilo Cardi B
Cada uma que eu já ouvi
Nesses 29 que eu já vivi, baby
Cada corre que eu vim, e vi e venci

[Monna Brutal]
Henessi. Black Bugatti pra fechar
Colecionando Gucci
A monstra, Monna bruta
Tô no jogo e esse game eu vim zerar
A demônia das linhas pode começar a rezar
Lágrima de paquita
Quadruplica o rendimento
Monna pras íntimas pro puto meu vulgo é tormento
Lucrando a cada verso meu deboche eu fomento
Pilantra passa fome se nossa derrota é alimento
Puto Tolo Somos as "mina chave" do torro
212 pra noiz, é lembrancinha amiga
Só cordão de ouro na porra do meu pescoço
E agora eu te pergunto qual é o gosto
Fala aqui no meu ouvido qual que é o gosto
De ver quem tu tirou
Virar máquina de placo
Eu tenho uma gaiola cheia de onças no meu bolso
Ouro é pouco
E esse puto tolo
Quero diamantes, Hayabusa
No meu jogo tu é um zero à esquerda
E Na minha mesa
Só quero sua cabeça
Podem retirar o corpo
Isso é Monns mamona
Jogando pela na lama. sem piedade na frase
na minha teta tu não mama

Puto feio pra caramba
Agora passa minha grana
Tá bom de açúcar paquita?
Pra noiz tá, "dolce gabanna"

Compositor: Tássia Reis; Monna Brutal

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Tássia Reis no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS